Projeto “Coisas de índio” no Pré





No imaginário de muita gente o índio é aquele indivíduo que mora na floresta, vive apenas da caça, da pesca e algum tipo de coleta. Mas será mesmo essa a realidade indígena brasileira?
No Brasil, hoje temos em torno de 305 etnias indígenas, falantes de 274 línguas indígenas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estastística – IBGE (censo 2012) a população indígena é estimada em 896.900 mil indivíduos, o que corresponde a 0,4% da população brasileira.  No passado eram muito mais. De acordo com o Professor Aryon Rodrigues em um artigo denominado “Línguas indígenas: 500 anos de descobertas e perdas”, publicado em 1993, eram em torno de 5 milhões falantes de cerca de 1.200 línguas distintas.



A realidade indígena nos dias atuais é bem diferente do passado, da mesma forma que os tataranetos dos portugueses que chegaram com suas caravelas nesse solo não se vestem hoje da mesma maneira que seus avós. Os povos indígenas possuem vestimentas tradicionais próprias e grafismo com os quais fazem pinturas corporais, mas a nudez ou não nudez, não define ser indígena ou não indígena. Toda cultura é dinâmica, está sempre em constante movimento, mudando e se adaptando dentre os séculos...



Pensando na riqueza cultural destes povos, propusemos às crianças do pré A e B um estudo sobre os povos indígenas do Brasil. As crianças ficaram muito interessadas com tudo que estudaram e com as diversas atividades realizadas. Durante o projeto as crianças pesquisaram diversos aspectos da cultura
através de fotos, vídeos, músicas e a vasta literatura de contos indígenas e investigaram um pouco da arte indígena (adornos, pulseiras, cocares, instrumentos musicais...), a alimentação (degustamos mandioca e batata doce) e tipos de moradia.

Com os estudos realizados,  diversas ideias surgiram, e a noção que as crianças tinham sobre que todos os índios são moradores das florestas, que caçam, pescam e vivem pelados não é a mesma, visto que dentro do Brasil, encontramos diversas etnias e muitos já não vivem mais dentro de tribos e
não são moradores de ocas. Cada etnia tem sua identidade, rituais, modo de vestir e de se organizar. Por exemplo, dos Ashinkas, que têm ligação com o império Inca; dos povos não-contatados e dos Pankararu, que vivem na Zona Sul de São Paulo.



Ao longo do projeto, descobrimos que a realidade é bem diferente. Os índios estão entre nós, possuem vestimentas tradicionais próprias, utilizam computadores, vão ao shopping, possuem carros para se locomover, e  a grande maioria precisa de moradia, saneamento básico, escola e emprego para se sustentar. "Ser índio não é estar nu ou pintado, não é algo que se veste. A cultura indígena faz parte da essência da pessoa. Não se deixa de ser índio por viver na sociedade contemporânea"  (Majoí Gongora, Antropóloga do Instituto Socioambiental)



Finalizamos o nosso projeto, compartilhando todo nosso conhecimento com a turma do jardim 2.



Quer saber mais??





O site do Instituto Socioambiental mantém o projeto Povos Indígenas no Brasil que traz uma descrição de várias etnias com uma versão para crianças, com jogos e animações http://pib.socioambiental.org/pt









































Nenhum comentário

Voltar para o Topo